sábado, 17 de março de 2012

Como estudar para vestibular II

                                                                       fonte:campe.com.br

   Além dos métodos e técnicas de estudo algo muito importante na hora de prestar um vestibular ou concurso é fazer o que a maioria das pessoas não fazem: ler o edital.
   Quantas pessoas "perdem" a prova por não se atentar a detalhes que são especificados nos editais e manuais. Infelizmente é uma prática facilmente verificada quando paramos para analisar quantas vezes ao comprar um produto novo paramos para ler o manual de instruções. As vezes não temos problemas, mas em outras situações eles podem acontecer como o famoso 110 ou 220v.
   Bom retomando a dica para o estudo quero falar sobre algo chamado planejamento estratégico de estudo. Nada mais é que o direcionamento racional e programado dos seus estudos, mas que para dar certo você deve ter conhecimento do sistema de pontuação de sua prova.

  Vamos ver uma hipótese:

1 - Supondo que uma determinada prova seja composta por três matérias A, B e C:

1.1. Eu faço a leitura do edital(importante) e verifico que a nota será a média aritmética entre as três notas sendo que A e B tem peso 2 enquanto C tem peso 1. Isso significa que A+B equivalem a 80% da nota enquanto C equivale a 20% da nota.

1.2. Isso significa que vou me matar de estudar a matéria C? Claro que não. Verifico quantas horas por dia posso me dedicar ao estudo e procuro distribuir o tempo de estudo de acordo com essa importância. Com isso você não deixa de estudar a matéria C pois alguns pontos a mais ajudam no final, mas você não deve gastar tanto tempo com uma matéria que tenha menor peso sobre a nota final.

1.3. Em alguns casos é possível uma postura até mais agressiva só que mais arriscada. Nesse caso você precisa fazer um levantamento das últimas notas de corte para ter uma idéia da exigência da da nota da prova para a aprovação. Depois você verifica as matérias que tem mais facilidade e a possibilidade de acertar o minimo nas demais. No exemplo acima, supondo que a média de aprovação das provas anteriores foi de 40% e você tem mais facilidade nas matérias A e C que equivalem a praticamente 50% da nota você pode dedicar menos tempo para estudar a matéria B, pois sempre temos as questões consideradas"galinha morta" que ajudam na composição da nota final. Somente deve-se ter o cuidado em relação a provas que exigem um minimo de acerto por matéria.

   Espero que a postagem ajude em seus estudos e traga novas possibilidades, pois cada um deve adaptar o sistema às suas necessidades. E por gentileza façam comentários sobre a postagens, dúvidas e até assuntos que tenham interesse. Já passei em vestibulares como Fuvest, concursos públicos da Vunesp, então já estive dos dois lados e sei das dificuldades por isso minha intenção é ajudar aquelas pessoas que são persistentes e batalhadoras.

   Sucesso. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário